sexta-feira, 7 de novembro de 2014

FRIAS ATACA: APÓS ELIANE, CAI RODRIGUES. FOLHA TREME



Jornal da família Frias em crise; depois de demitir 25 jornalistas esta semana, destaque Fernando Rodrigues anuncia a própria saída; na véspera, colunista Eliane Cantanhêde confirmou pelo Twitter que está deixando publicação; "Foi bom enquanto durou"; aos colegas e leitores, em mensagem 'Aviso aos Navegantes', Rodrigues igualmente não abriu os motivos para a sua saída, informando apenas ter encerrado sua "colaboração" após 27 anos no matutino; debandada começou quando, na reta final da eleição, estrela Xico Sá foi proibido de escrever em sua própria coluna que votaria em Dilma Rousseff para presidente; posicionamentos políticos individuais, economia de custos e mão pesada de Otavinho Frias se somam para emperrar rotativas; não dá para não notar que algo de muito estranho acontece no reino da alameda Barão de Limeira
247 – Um dia depois de a colunista Eliane Cantanhêde anunciar sua demissão da Folha de S. Paulo, foi a vez de Fernando Rodrigues, outro ícone do colunismo político. O jornalista, que estava há 27 anos no jornal da família Frias, oficializou na manhã desta sexta-feira 7 o que já se especulava nas redes sociais desde ontem. Leia abaixo o post publicado em seu blog no UOL:
Aviso aos navegantes
Fernando Rodrigues
07/11/2014 10:22
A partir desta sexta-feira (7.nov.2014), estarei aqui no UOL (onde já estava desde o ano 2000) e nos comentários matinais na JP (no ar desde 2006). Depois de 27 anos, encerrei minha colaboração no jornal "Folha de S.Paulo".

As demissões de destaques das páginas políticas da Folha, que trabalham há décadas na publicação, indicam crise mais aguda na mídia impressa. Em fase de corte de gastos, a Folha de S. Paulo já demitiu cerca de 25 profissionais nos últimos dias. Corte na redação, segundo o Portal dos Jornalistas, teria começado na terça-feira, com a saída de 15 pessoas, e continuado na quarta. 
Fonte do jornal confirmou as saídas da repórter Flávia Marreiro, ex-correspondente em Caracas; Lívia Scatena, de Gastronomia; Euclides Santos Mendes, editor do Painel do Leitor; Samy Charanek, pauteiro de Cotidiano; Gislaine Gutierre, da Ilustrada; e Thiago Guimarães, coordenador adjunto da Agência Folha. Claudio Augusto, pauteiro de Poder, atende agora ao caderno Cotidiano.
Ontem, Cantanhêde escreveu no Twitter: "Amigos do Twitter, aviso geral: amanhã eu não escrevo mais a coluna na Folha. Foi bom enquanto durou". Sua saída provocou reações bem contrastantes. Alguns comemoraram e até sugeriram que ela procurasse emprego na revista Veja ou, ironicamente, pedisse "recontagem" do tempo de serviço, numa alusão ao pedido do PSDB de auditoria da eleição deste ano. Outros lamentaram que a jornalista tenha deixado a Folha.
http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/159757/Frias-ataca-ap%C3%B3s-Eliane-cai-Rodrigues-Folha-treme.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário