terça-feira, 4 de novembro de 2014

Alckmin, cadê a água? Cerra, cadê o cano?

De Gardenal, no face


Do site do vereador Nabil Bonduki:


CPI DA SABESP INTIMA SUPERINTENDENTE DO DAEE


Na sessão da CPI da Sabesp desta quarta-feira, 5 de novembro, foram convidados Gesner Oliveira, presidente da Sabesp na época da assinatura do contrato, Marcello Xavier Veiga, superintendente da empresa e Vicente Andreu, presidente da Agência Nacional de Águas – ANA. Foi intimado Alceu Segamarchi Júnior, Superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica – DAEE, por ter recusado convite.


Na última reunião da CPI, o promotor do Ministério Público Estadual afirmou que a dirigente da Sabesp, Dilma Pena, será investigada por prevaricação e improbidade administrativa por ter dito em reunião de dirigentes da empresa, em áudio vazado, que a população deveria ter sido comunicada da crise hídrica, para que economizasse água e que seus “superiores” não permitiram.


“Quando prestou depoimento a esta CPI, eu repetidas vezes perguntei a Pena se as decisões da Sabesp foram técnicas ou foram pautadas por orientações políticas, e ela disse que foi uma decisão técnica, sob juramento de dizer a verdade. Portanto, é uma situação muito grave do ponto de vista do que foi afirmado aqui e o que foi falado nesta reunião fechada”, disse o vereador Nabil Bonduki.


Compõem a CPI da Sabesp, instalada para investigar o cumprimento do contrato entre a empresa e a prefeitura, os vereadores Laércio Benko (PHS), presidente da comissão, Ari Friedenbach (PROS), vice-presidente, Nelo Rodolfo (PMDB), relator, Nabil Bonduki (PT), Paulo Frange (PTB), José Police Neto (PSD), Roberto Tripoli (PV), Milton Leite (DEM) e Mario Covas Neto (PSDB).



Em tempo: Gesner de Oliveira faz parte da equipe do Padim Pade Cerra. 

Como presidente da Sabesp transformou a empresa em “balcão de mídia” da campanha de Cerra a Presidente.

Foi com ele que a Sabesp ofereceu esgoto no Acre.

E seria ele o construtor do cano que Cerra construiria de Sergipe ao Ceará.

Paulo Henrique Amorim
http://www.conversaafiada.com.br/politica/2014/11/04/alckmin-cade-a-agua-cerra-cade-o-cano/

Nenhum comentário:

Postar um comentário